.
PÉS NOS FREIOS



PIB abaixo de 1,3%, em 12 meses até maio, como apurado pelo Banco Central, aponta para menos de 2% em toda a travessia de 2012.

Com as recentes injeções de crédito e reduções de impostos, o governo espera virar o jogo neste segundo semestre.

Com a ressalva: no consumo, a resposta positiva leva no mínimo três meses. E na produção demora no mínimo um ano e meio.

No mercado financeiro global, as bolsas de valores continuaram em amrcha a ré, nesta quinta-feira. Quedas de até 2% na Ásia, de até 1% na Europa e de meio por cento em Nova York. A de São Paulo recuou quase 0,3%.

No mercado cambial, aqui o dólar fechou a R$ 2,04 e o euro A R$ 2,48.

O mercado acusou o golpe baixo da China. A economia do dragão, nova locomotiva do mundo, projeta para este ano um PIB com alta de 7,5%, seu menor desempenho em 16 anos de vacas gordas.

(12/07/2012)